Cabelos coloridos

cabelos-coloridos

Com tantas sugestões de produtos disponíveis no mercado das tinturas aos práticos shampoos colorantes ficou mais fácil tingir os cabelos em casa e com segurança. Que a maioria das brasileiras tinge os cabelos, todo mundo já sabe.

A questão é que há muitas alternativas para quem deseja ousar num tom mais claro ou escuro para os cabelos. Disfarçar os indesejáveis fios brancos ou simplesmente radicalizar – mudando a cor para um tom, digamos, não muito convencional.

Mas, ainda é melhor prevenir que remediar. Em caso de dúvida, a ajuda de um profissional é sempre bem-vinda.

De acordo com os especialistas em coloração da Hair Brasil: “É fundamental buscar orientação profissional, pois o uso incorreto de um produto pode até causar o rompimento dos cabelos”.

E a gente não deseja isso, certo?

Cabelos coloridos

Quero ser ruiva. Ok. Os cabeleireiros são unânimes em dizer que o vermelho é um tom mais urbano.

Por isso, escolher com cuidado é o primeiro passo, afinal o cabelo vermelho atrai muita atenção para o rosto.

Os vermelhos mais intensos, que puxam para o alaranjado e ficam bem próximos de uma cor ruiva natural. Destacam olhos azuis, verdes ou castanho-claros, comuns nas mulheres de pele alva.

Os bordôs e os vinhos são os ideais para peles mais amareladas; pinhão funciona para as mais morenas.

No caso dos castanhos, basta usar um tonalizante, que trará apenas uma nuance avermelhada aos seus cabelos.

Se a sua intenção é transformar-se em ruivíssima, será necessário descolorir para então aplicar a tinta vermelha.

Não quero ser mais ruiva

Experimente fazer luzes, clareando mechas em um ou dois tons. Ou procure um tonalizante que complemente o tom original dos fios, destacando ainda mais o seu vermelho.

Quero ser morena

O marrom-chocolate é um dos campeões de vendas das tinturas para usar em casa. Se a idéia é escurecer os fios com castanhos ou pretos, fique atenta, os tons escuros criam sombras no rosto.

Se você tiver tem manchas, olheiras ou é dona de traços fortes, isso será acentuado.

E quem tem cabelos claros?

Os fios claros absorvem a pigmentação castanha ou preta facilmente. O problema é que nesses casos o desbotamento acontece rápido.

Se for aplicar tonalizante pode ser que você tenha que fazer mais retoques, para que o cabelo não vá ficando avermelhado.

Para quem deseja dar um realce ao cabelo escuro, os tonalizantes, especialmente aqueles com reflexos dourados ou acobreados, podem emprestar um brilho mais intenso aos fios.

Por exemplo, luzes mais discretas também criam um efeito natural.

Quem tem a pele morena também pode se arriscar no tom mais escuro. Mas, lembre-se de que o preto por si só já é marcante.

Invista em cortes desestruturados, desses que você arruma com modeladores ou pomadas.

Para as de pele branquinha, o ideal é que seu estilo tenha contraste entre cabelo e pele. Funciona bem para as garotas urbanas, que raramente tomam sol.

Cuidados básicos com cabelos escuros

Ao desbotar, a tinta escura deixa os fios opacos. Proteja-se com filtros solares e quando retocar, puxe para o comprimento somente nos minutos finais. Assim, você evita o excesso de pigmentação.

Quero ser loira

Somente 2% das meninas que foram loiras na infância mantêm a cor na idade adulta. Por isso, a maioria clareia o cabelo, em dois ou mais tons.

Outra super dica: os cabeleireiros aconselham um processo gradativo, clareando dois ou três tons a cada nova sessão.

Se você exagerou na oxigenada, vale escurecer um pouco com um tonalizante, ou, no caso de reflexos, fazer mechas “ao contrário”, escurecendo-as alternadamente.

No caso das morenas o certo é misturar tons de mel, marrom, âmbar e caramelo, mas lembre-se que quanto mais escuros são os cabelos, mais eles sofrem com a descoloração.

Fonte: Revista Cabelos e Cia /Fotos: iStockphoto / Reprodução