Depilação a laser

depilacao-a-laser

Vamos falar sobre depilação a laser? Vamos. Você já se imaginou não tendo que se preocupar mais com aqueles pêlinhos inconvenientes da virilha, das pernas ou axilas? Lógico, que sim. Pois é, o tratamento a laser é uma das opções eficazes que promete a realização desse sonho. Fala sério. Depilação é um assunto cabeludo. Quem de nós já não teve vontade de mandar pra bem longe todos os tipos de ceras e lâminas na hora de depilar? A maioria. Não que esses acessórios não sejam eficientes, mas quem é mulher sabe bem como é doloroso esse processo.

Embora seja um mal necessário, quando o assunto é exterminar os pêlos a mais, boa parte das mulheres é categórica em afirmar que tem de fazer, sim. Afinal, não tem coisa melhor do que vestir aquela blusinha tomara-que-caia sem qualquer medo de levantar os braços, botar aquela saia bacana que evidencia as pernas ou mesmo colocar o biquíni, seja ele do tamanho que for sem ficar se escondendo. De qualquer jeito, a gente agradeceria se pudesse ficar livre dos pêlos para sempre, não é verdade?

A boa notícia é que, com os novos tratamentos a laser já é possível ficar um boooomm tempo sem ver os pêlinhos indesejáveis. Pelo menos por seis meses a um ano. Atualmente, os lasers podem eliminar até 70% deles, mas é fundamental fazer o tratamento com um profissional qualificado, experiente e autorizado, para não ter dores de cabeça depois.

Como funciona
A energia do laser ou de luz pulsada debilita a raiz dos pêlos, convertendo-se em calor, que leva a pigmentação dos pêlos até a raiz do folículo piloso, provocando a atrofia. De certa forma, o resultado depende do ciclo de crescimento dos pêlos, em geral, divididos em três etapas. Os fios que estão crescendo são os que consomem mais energia e, talvez sejam necessárias mais sessões. Mas, quem vai poder definir é o médico que você escolheu para cuidar disso.

Métodos disponíveis
O Gentlelase é uma opção de laser que libera um gás criogênico, acalma a pele, produzindo um efeito anestésico; o Nd Yag Pulso Longo é mais indicado para peles morenas e negras, além de ser ótimo no tratamento de vasinhos; o Light Sheer ou Soprano é recomendado para peles mais claras com pêlos escuros e o Quantum, Star Lux ou Nova Light, são aparelhos que emitem luz intensa pulsada, excelentes para quem tem pêlos mais finos ou tem menos resistência à dor.

E dói?
Sim, a depilação a laser dói um pouquinho. Você pode sentir um leve desconforto, como se você tivesse levado uma picadinha de inseto, manja? Mas, o médico responsável pode aplicar uma pomadinha anestésica no local. E o que importa amiga, é que o método é rápido e muito prático.

Quando fazer
O ideal é fazer a depilação pouco antes do verão, porque sua pele tem de estar natural e sem ter tomado sol por pelo menos por 30 dias. E, depois da sessão é importante evitar o sol no local, pelo menos por três a quatro dias.

Existe contra-indicação?
Sim, mulheres grávidas ou que estejam em tratamento de pele à base de ácido ou tomando medicamentos contra acne não devem fazer em hipótese alguma.

É muito caro?
Sim, amiga. É caro. O custo das sessões em algumas clínicas pode ficar entre 400 a 500 reais por região a ser depilada,(preço salgadinho mesmo). Mas, em alguns lugares você pode tentar negociar ou fazer pacotes, o que facilita um pouco na hora de pagar.

E se você parar pra fazer as contas de quanto gasta normalmente com a depilação convencional, vai descobrir que gasto por gasto, compensa investir num procedimento eficaz como o da depilação definitiva.

Depilação sem grilos
Lembre-se que é extremamente importante escolher um médico experiente e idôneo para evitar problemas mais sérios como queimaduras na pele, manchas, além da frustração emocional. Fique atenta!

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia