Dieta dos pontos

dieta-dos-pontos

Ela é antiga. Mas, quem já fez, garante que funciona. Os especialistas, em geral, também aprovam. Isso porque, a dieta dos pontos tem como missão preservar o equilíbrio corpóreo com o conceito baseado no bom senso, no prazer de viver e na ciência. Elaborada pelo endocrinologista Alfredo Halpern, da Universidade de São Paulo, a dieta dos pontos não proíbe absolutamente nenhum alimento. E isso inclui doce e chocolates. Pelo contrário, a dieta atribui certa quantidade de pontos para todos os alimentos, o que significa que cada pessoa, depois de uma avaliação nutricional, terá determinado limite de pontos diários a serem cumpridos. Assim, se você devorar um doce considerado calórico, durante o dia terá de optar por alimentos com pontos menores.

A dieta dos pontos é considerada uma das favoritas, por causa da sua praticidade, já que é bem mais fácil memorizar pontos do que valor calórico dos alimentos concorda? E, o melhor de tudo é que a pessoa não está proibida de comer nenhum alimento, basta que ela compense o que comeu (a mais), combinando alimentos menos calóricos, no decorrer do dia.

A única restrição aqui e, muito pertinente nesta dieta é em relação à gordura trans. Ela está completamente fora de cogitação, justamente por ser inimiga mortal da saúde, do coração e, de ser a responsável causadora das gordurinhas indesejadas que se encostam pelo corpo.

Calculadora nas mãos
De acordo com o médico, Alfredo Halpern, ao invés de contabilizar calorias, nessa dieta você conta pontos (cada ponto vale 3,6 calorias). Segundo ele, somar pontos é mais simples e também mais simpático. Sendo assim, a pessoa pode comer o que quiser e o que gosta, sem ter que seguir um cardápio rígido – porém, sem se esquecer do bom senso.

Um exemplo: para você eliminar até 4 quilos em um mês, você poderá consumir 320 pontos, isto é, quase 1200 calorias, por dia. Para ficar mais fácil, o ideal seria reservar entre 160 e 176 pontos para os carboidratos; entre 33 e 50 pontos para as proteínas e, 96 pontos para as gorduras. Lembrando que há gordura embutida em vários alimentos.

Reeducar a boca é o ideal, não adianta emagrecer sem aprender a manter o novo peso e, isso só se alcança comendo de tudo. Uma dica importante é prestar atenção no que se come. Contar os pontos e anotá-los para ter sucesso.

Alerta: Antes de dar início a dieta, faça uma avaliação com seu médico ou nutricionista.

Fonte tabela: Dieta e Saúde,www.dietaesaude.org