Melasma: o que é, causas e como tratar?

melasma

Você sabe exatamente o que é o Melasma?

Então, de acordo com os especialistas, trata-se daquelas manchinhas escuras que aparecem na pele do rosto, sabe?

Evidentemente que elas também podem aparecer em outras áreas expostas ao sol, como braços e colo.

O melasma afeta mulheres entre 20 e 50 anos, mas pode parecer nos homens e gestantes, viu?

Para entender melhor o que é o melasma, principais causas e tratamentos, entrevistei a dermatologista Tathya Taranto que explicou tudinho aqui!

melasma

Foto: Dra. Tathya Taranto /Divulgação

Tudo sobre Melasma

Como já falado no comecinho do post, o melasma são aquelas manchas acastanhadas, irregulares e geralmente simétricas, que aparecem principalmente no rosto de mulheres jovens.

Causas

A causa tem a ver com os fatores ambientais, como a exposição aos raios ultravioletas, a predisposição genética e os hormônios. 

Tanto que é muito comum aparecer nas grávidas e nas mulheres que fazem uso de anticoncepcionais.

No caso das grávidas, as manchinhas também são conhecidas como cloasma, por causa do aumento dos hormônios de estrogênio, progesterona e o hormônio estimulador de melanócitos.

Tipos de melasma

As manchinhas  podem ser classificadas em: epidérmico (superficial), dérmico, ou misto, que corresponde à camada da pele, e, por sua vez, apresenta uma mistura na coloração da pele.

Tem tratamento? Quais?

Não há tratamento 100% eficaz. Uma vez com melasma, sempre com ele. 🙁

Mas, o tratamento pode melhorar e muito, o aspecto das manchas, viu? Inclusive, algumas vezes pode levar ao seu desaparecimento completo.

Agora, é importante lembrar que com o mínimo descuido, como a interrupção do tratamento ou a exposição solar, as manchas podem reaparecer, tá?

O tratamento do melasma é difícil e exige disciplina por parte da pessoa.

Pra começar, usamos:

:: o filtro solar, de preferência com cor (tipo base) e alta foto proteção contra os raios UV

:: os agentes despigmentantes, que vão inibir as atividades do melanócito, e da síntese de melanina,

– em outras palavras, aquele pigmento responsável pelas manchas castanhas do melasma.

Nos casos mais resistentes ao tratamento padrão, podemos fazer: 

:: tratamentos com peelings, microagulhamento, lasers, entre outros. 

Os clareadores são considerados o tratamento padrão ouro do melasma.

Nas grávidas, aplicamos medidas mais educativas para evitar a exposição ao sol, usando roupas de manga longa, chapéus e viseiras de aba larga.

Ah! Reforçamos ainda a necessidade do uso do filtro solar de forma regular, a cada duas horas.

Podemos também usar alguns cremes clareadores liberados para o uso na gestação, como a vitamina C e o ácido azelaico, mas sempre com orientação do dermatologista, tá?

Resultados

É bom saber que a resposta ao tratamento é lenta e gradual. Por isso, é necessário manter as orientações e o tratamento de forma contínua para que seja o melhor possível. 

A dica ideal se chama: prevenção. Não abra mão de usar um protetor solar potente e adequado para seu tipo de pele.

Ah! Evite exposição ao sol e ao calor de forma excessiva e o uso de produtos irritativos para a pele, ok? 😉

Serviço:
Clínica de Dermatologia e Estética Avançada – Dra. Tathya Taranto (SBD e SBCD)
BH/MG ?? (31) 3646-8885/ 9.9585-8301

E aí, me conta, o que achou das dicas da dermatologista?

  • graziele

    boa tarde estou usando acido tretinoina eu posso usar o protetor fator 70 da la roche posay junto c o tratamento? tem alguma contra indicaçao desse protetor?
    o protetor sundown ele faz efeito me disseram que ele nao e bom e verdade?

    • Elaine Vale

      Graziele,

      A minha dica pra você é buscar ajuda com um(a) dermatologista, porque só ele é o profissional qualificado e capacitado para te ajudar com estas dúvidas, tá? O que eu posso fazer é tentar verificar com a médica que me deu a entrevista, mas de qualquer forma, fica a dica por aqui, tá?
      Beijos