Dani Ferraz: a poderosa consultora de moda do Mais Você

danielle_ferraz_00

Antes de tudo, a consultora de moda é aquela profissional que tem profundo conhecimento de todas as tendências de moda lançadas nos principais polos industriais do mundo.

Como especialista, ela orienta e dá consultoria em estilo, cores, tecidos, silhuetas etc.  E essa consultoria pode ser pessoal ou profissional.

Na pessoal,  a profissional ensina a ter mais segurança para se vestir, ou seja, de maneira mais adequada e que expresse o real estilo e personalidade da pessoa.

No que diz respeito à imagem profissional, a consultoria costuma ser focada na postura, etiqueta, como a ter uma aparência mais adequada ao ambiente de trabalho e aos objetivos profissionais.

Para falar desse assunto que gera tanta curiosidade e dúvidas, entrevistei a talentosa consultora de moda, Danielle Ferraz, profissional que respira moda e tem muita história pra contar deste universo tão repleto de novidades.

A jornalista que tem especializações em moda pelas faculdades FAAP, Santa Marcelina e Sustentabilidade pela FGV – já tinha laços fortes com a moda desde os quatro anos de idade. Estar na profissão hoje, na verdade, era parte do plano de vida desde sempre.

EV: Dani, qual é a sua história com a moda? (Quero saber tuuudo!)

Danielle Ferraz: Sempre soube que queria trabalhar com moda, mas não queria ser estilista. Meu negócio sempre foi escrever o que amo desde pequena.

Resolvi fazer jornalismo para unir minhas duas paixões: moda e escrita. Certo dia na Faculdade esqueci-me de entregar um trabalho.

Rapidamente escrevi um texto de moda. O professor me chamou – e eu, claro, achei que era por conta do texto. Ele era dono de um jornal e perguntou se não podia escrever toda semana um texto como aquele para o jornal dele.

E assim, ainda na faculdade aos 18 anos, comecei a colaborar para vários jornais de São Paulo e interior. Saí da faculdade e fui direto para a Editora Abril.

EV: Como tudo aconteceu?

Danielle Ferraz: Comecei em Manequim, o que foi um super aprendizado. Era responsável pelos textos de moda. Fazia frilas para outras revistas de moda e descobri que amava tanto escrever quanto editar moda.

Resolvi então abrir meu escritório para terceirizar matérias prontas para diversas revistas da Abril e de outras editoras.

Surgiu então, o convite do SENAC, parceiro até hoje, para ser docente na área de jornalismo e produção de moda.

E também oportunidades para fazer o styling de fotos publicitárias que tinham que ter uma linguagem de moda, como por exemplo, um perfume.

danielle_ferraz_02 danielle_ferraz_06

EV: Como se tornou Consultora de Moda?

Danielle Ferraz: Se tornar consultora de moda, creio eu, foi consequência de um caminho percorrido ao longo de mais de 20 anos de carreira, vivenciando a moda em suas mais variadas facetas. E hoje ter o prazer de poder dividir a experiência.

EV: Como você vê a evolução no estilo da brasileira de modo geral?

Danielle Ferraz: O acesso à informação, graças à internet revolucionou a nossa maneira de vestir. Ao mesmo tempo em que a moda se tornou mais globalizada e democrática, aumentaram as dúvidas do que fazer diante de tantas opções.

Ter estilo se tornou mais importante do que seguir a moda. E a brasileira está antenada a isso, ainda que às vezes se agarre a modismos que não lhe caem bem ou “regrinhas” passadas por medo de errar.

danielle_ferraz_01 danielle_ferraz_04

EV: As pessoas têm muitas dúvidas sobre como se vestir adequadamente. Como é que você lida com isso, com todas essas dúvidas?

Danielle Ferraz: Sim, muitas dúvidas! Meu trabalho é decodificar essas dúvidas e transformá-las em informações que possam ser compreendidas pelos mais variados públicos.

Quero que as pessoas sejam as melhores versões de si mesmas e, para isso, tento ajudá-las a usar a moda a favor.

EV: Quais as dúvidas mais frequentes?

Danielle Ferraz: Creio que o que vestir nas festas e no trabalho. Duas situações opostas, mas em que o look pode fazer muita diferença!

EV: Para você, quais características a mulher precisa observar em si mesma para encontrar seu estilo pessoal?

Danielle Ferraz: Primeiramente olhar para si mesma. Se conhecer é o primeiro passo para se ter estilo já que, a partir daí, você pode fazer escolhas que favoreçam.

Procurar expressar a personalidade, através das escolhas, também é importante. E por último, adequar o guarda-roupa ao estilo de vida, já que não adianta eu só comprar saltos altíssimos, se no meu dia a dia só cabe sapatos sem salto.

danielle_ferraz_07

EV: Quais foram – e continuam sendo – as suas referências? Você busca na internet? Revistas? Pessoas que te inspiram?

Danielle Ferraz: Parece clichê, mas é verdade: minha mãe foi minha primeira referência. Ela sempre trabalhou com moda, tem uma boutique desde que tenho 4 anos.

Aprendi com ela que elegância não é apenas algo externo: apesar de estar sempre no salto, maquiada e impecável (até hoje!), ela sempre foi uma pessoa humilde com as mãos estendidas para ajudar os outros.

Minhas referências não são apenas estéticas: são de ícones de elegância que expressam a frase de Coco Chanel “a elegância é quando o interior é tão belo quando o exterior”. Audrey Hepburn reflete isso. E, claro, moda é movimento. É preciso estar sintonizada e sempre se reciclando.

EV: Falando especificamente da web. O que você acha de parte da cultura de moda atual e dessas referências, que por serem vinculadas à internet, algumas vezes são tão rasas?

Danielle Ferraz: A democracia que a internet proporciona é maravilhosa. Para a moda, inclusive, que se tornou mais acessível em todos os sentidos.

Me espanta sim ver blogs sem qualquer conteúdo se tornarem um sucesso e algumas blogueiras, referência. Mas cabe a “audiência” dar ibope, não?

Esse movimento talvez seja o reflexo de nossos valores atuais, onde a imagem vale mais do que a essência, e o ter do que o ser…

danielle_ferraz_05

EV: Dentre os estilistas brasileiros, você gosta de…

Danielle Ferraz: Temos estilistas incríveis, alguns até pouco conhecidos por aqui. Não sou muito de modismos passageiros, gosto de roupa bem-feita e atemporal. Alexandre Herchcovich, Reinaldo Lourenço, Glória Coelho, Adriana Degreas estão dentre os que admiro pela construção da roupa, contemporaneidade além dos modismos e atemporalidade das peças.

Tenho vestidos de 15 anos que se mantém atuais! Roupas que vão além de uma estação estão entre os princípios da sustentabilidade, que trago para o meu guarda-roupa.

Também prestigiar designers e marcas que também trabalham sobre esses princípios: as biojoias da alagoana Patrícia Moura e da brasilense Suzana Rodrigues fazem parte do meu dia a dia, assim como as bijuterias de pet reciclado da pernambucana Thiana Santos e os anéis de madeira de Eduardo Miguel. Amo esses artistas que criam lindezas com o que seria resíduo!

EV: Que conselhos você dá para quem pretende ser uma Consultora de Moda como você?

Danielle Ferraz: Como bem disse Chanel, a moda não está apenas nas roupas, mas em tudo ao nosso redor. Observe, estude: é preciso sim prever tendências e saber tudo sobre roupas e tecidos, mas, sobretudo, é preciso entender comportamentos. E não se deslumbre: trabalhar com moda é menos glamour, e mais labuta mesmo! (risos).

danielle_ferraz_03

EV: E como a gente pode te encontrar? Você tem blog, Fanpage, contatos que as leitoras possam conhecer seu trabalho melhor?

Danielle Ferraz: Vamos lá!

Meu site: www.danielleferraz.com

Mantenho um blog no Yahoo! que é o “Tá na Moda”: http://br.mulher.yahoo.com/blogs/ta-na-moda/ e um programa também no portal.

E mensalmente estou no programa Mais Você (Rede Globo) e no Ronnie Von (TV Gazeta).

Tá fácil da gente se cruzar por aí 😉

Fotos: Todas as fotos são do acervo pessoal de Danielle Ferraz